NASAMS fortalecerá a proteção do céu, mas "queremos proteger toda a Ucrânia"

Publicado por: Redação
08/11/2022 08:10 PM
Exibições: 111
O NASAMS possui características táticas e técnicas semelhantes ao IRIS-T.
O NASAMS possui características táticas e técnicas semelhantes ao IRIS-T.

O NASAMS possui características táticas e técnicas semelhantes ao IRIS-T. Este sistema já afeta a situação aérea e destrói alvos aéreos com 100% de precisão.

 

A Força Aérea das Forças Armadas da Ucrânia afirma que os NASAMS fornecidos pelos Estados Unidos são sistemas comprovados e modernos, e já possuem um número suficiente de mísseis, disse o porta-voz do Comando da Força Aérea, Yuriy Ignat.

 

"Este é um complexo comprovado e moderno. Tem mísseis suficientes no mundo. Se tivermos que esperar um pouco mais pelos próprios lançadores, os mísseis para NASAMS já estão incluídos no pacote de ajuda para a Ucrânia - eles serão fornecidos ou já foram fornecidos", disse ele no ar da maratona nacional.

 

Segundo ele, o NASAMS tem características táticas e técnicas semelhantes ao sistema IRIS-T, que já afeta a situação aérea e destrói alvos aéreos com 100% de precisão.

 

"Desta forma, esses dois sistemas NASAMS também se fortalecerão (defesa aérea - ed. ) Muitas pessoas fazem a pergunta - é muito ou pouco? Claro que não é suficiente, queremos mais, queremos proteger toda a Ucrânia. Por exemplo, há um lançador de mísseis IRIS-T. Em 31 de outubro, ela destruiu os primeiros nove alvos aéreos e depois mais alguns. Desses 45 mísseis (lançados sobre a Ucrânia), na verdade destruiu uma quarta parte. E isso é apenas uma configuração. Claro que isso piora. Claro, eu quero mais", acrescentou Yuriy Ignat.

 

Em 7 de novembro, o ministro da Defesa, Oleksiy Reznikov, anunciou que a Ucrânia havia recebido novos sistemas de defesa aérea - NASAMS e Aspide. O Pentágono confirmou que dois sistemas de defesa aérea da NASAMS já estão na Ucrânia , e os militares ucranianos concluíram recentemente o treinamento para operar o sistema na Europa.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários