Putin está preparando nova guerra na Europa

Publicado por: Editor Feed News
17/11/2023 08:00 PM
Exibições: 137

Zelenskyy acredita que a Rússia está a incitar uma nova guerra entre a Sérvia e o Kosovo para distrair as atenções do conflito ucraniano.

 

Vladimir Putin está se preparando para uma nova guerra na Europa para roubar as atenções do conflito na Ucrânia. A revelação foi feita por Volodymyr Zelenskyy esta quinta-feira, que acusa ainda a Rússia e o Irã de estarem por trás da recente escalada de violência entre Israel e o Hamas.

 

“Hoje, todos estão a discutr a crise no Médio Oriente. Mas, como eu disse antes, francamente, não é um problema de ontem. Todos sabem desse conflito constante e da guerra constante, mas ninguém quer acabar com isso porque é conveniente. Por trás da ‘explosão’ no Médio Oriente está a Rússia, temos a certeza, com o seu aliado Irã”, acusa Zelenskyy, citado pela Newsweek.

 

O responsável ucraniano acredita que os Balcãs serão o próximo alvo do Kremlin. “As relações nos Balcãs estão em crise há muito tempo. A Rússia vai investir para garantir que um país entrará em guerra com outro. Pelo menos se os países do mundo não fizerem nada agora, então haverá outra ‘explosão’ e, mais uma vez, esta não é uma história nova”, alerta.

 

Nas últimas semanas, a tensão entre a Sérvia e o Kosovo tem subido, com relatos dos piores episódios de violência desde o fim da guerra em 1999. Em Abril de 2022, o Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais avisou ainda que Moscow pode tentar alimentar a tensão nos Balcãs para desviar a atenção da sua “campanha falha” na Ucrânia.

 

O chefe de Estado ucraniano falou ainda da Moldova, onde os russos “estão a começar a agitar a situação” e querem “demolir” o Governo mais próximo da Europa. Zelenskyy acredita que o objectivo do Kremlin é dividir a atenção e apoio do Ocidente em vários países.

 

Anteriormente, Zelenskyy já tinha dito que a Rússia estava a ponderar vários cenários para o futuro do conflito na Ucrânia. Na terceira reunião da Comunidade Política Europeia (CPE) em Granada, Espanha, a 5 de outubro, o chefe de Estado disse que um desses cenários é congelar a guerra e restaurar o seu potencial militar, com 2028 a tornar-se potencialmente um momento crítico.

 

A Rússia terá então poder suficiente para atacar os países que estão no foco da sua expansão. Além da Ucrânia, estes são definitivamente os Estados Bálticos e os países onde as tropas russas estão presentes”, disse Zelenskyy.

 

Por Adriana Peixoto, com informações do Planeta ZAP //

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags: