Piranhas atacam nas praias da Costa Oeste

Publicado por: Redação
17/01/2022 10:14 AM
Exibições: 131
Corpo de Bombeiros alerta para risco de ataques de piranhas nas praias de águas doces do Oeste - 17/01/2022 Foto: SESP-PARANÁ
Corpo de Bombeiros alerta para risco de ataques de piranhas nas praias de águas doces do Oeste - 17/01/2022 Foto: SESP-PARANÁ

Desde o início do Verão Paraná – Viva a Vida, na região Oeste do Estado, foram registrados 28 ataques de piranhas, segundo o levantamento do 3º Comando Regional de Bombeiro Militar, que abrange 136 municípios da Costa Oeste. 

 

Com um fluxo maior de pessoas nas praias de água doce da região da Costa Oeste, o Corpo de Bombeiros trabalha de forma intensa com orientações e ações para levar segurança aos banhistas. Neste sentido, os profissionais pedem atenção das pessoas nas prainhas onde está havendo ataques de piranhas (peixe carnívoro).

Desde o início do Verão Paraná – Viva a Vida, na região Oeste do Estado, foram registrados 28 ataques, segundo o levantamento do 3º Comando Regional de Bombeiro Militar, que abrange 136 municípios da Costa Oeste. 

Nesta temporada, a maior incidência foi registrada na praia de Jacutinga, em Itaipulândia. No entanto, pode ocorrer em outras áreas, como na temporada anterior. O alerta do Corpo de Bombeiros objetiva manter o cidadão seguro, principalmente as crianças, para que possam aproveitar a temporada de verão tranquilamente e sem incidentes.

 

Segundo o comandante do Verão Paraná – Viva a Vida pelo Corpo de Bombeiros da Costa Oeste, tenente Misael Duarte, o aumento do fluxo de pessoas nas praias de água doce da região e também o período de Piracema (temporada de reprodução dos peixes), que teve início em 1º de novembro e segue até 28 de fevereiro de 2022, foram os motivos desses incidentes, e o Corpo de Bombeiros, de forma intensiva, tem orientado os banhistas para evitar que sofram esse tipo de ataque.

 

“Espalhamos várias placas no balneário de Itaipulândia, alertando e orientando o devido cuidado com relação a esses ataques de piranhas, mas, infelizmente, como é o habitat delas e os peixes desovam nesta época do ano e próximo da área de banho, já que o nível do rio está mais baixo em relação aos anos anteriores, os ataques continuam. Por isso, é necessário fazer este tipo de trabalho e a atenção tem que estar redobrada”, disse.

 

Por meio destas orientações e também das ações preventivas, o Corpo de Bombeiros da região, em parceria com a prefeitura de Itaipulândia, instalou redes de proteção para evitar que os ataques sejam mais frequentes. Por isso, de acordo com o tenente Misael Duarte, é importante que o cidadão esteja sempre na área demarcada pelos guardas vidas. 

 

“Recomendamos para os banhistas entrar na água sempre em frente ao posto do guarda-vidas do Corpo de Bombeiros. Além de ficar visível ao nosso olhar logo atrás tem um ambulatório, fruto de uma parceria com a prefeitura de Itaipulândia. O espaço é equipado e está disposto justamente para este tipo de atendimento, com enfermeiros que estão empregados para todo o período do Verão Paraná, preparados para essas eventualidades e outras ocorrências que possa acontecer na praia de Itaipulândia”, afirma.

 

O tenente também orienta, em caso de ataque de piranhas, quais ações devem ser realizadas após o incidente. “De pronto, recomenda-se que saia da água imediatamente, para que não sofra outros ataques, porque as piranhas são vorazes, atacam muito rapidamente e geralmente elas estão em grupo. Na sequência, o banhista deve ir em direção ao guarda-vidas, para que ele possa fazer o primeiro atendimento e encaminhar ao ambulatório”, diz.

 

VERÃO PARANÁ – Desde 09 de dezembro de 2021, o Corpo de Bombeiros está reforçando a segurança na região Oeste pelo Verão Paraná – Viva a Vida 2021/2022, ação que congrega diversos órgãos estaduais e é coordenada pela Secretaria da Segurança Pública do Paraná. Os trabalhos seguem até a semana do Carnaval, com aplicações e ações planejadas e integradas.

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Mobile/mid Seu Banner Aqui...

Comentários